Na estreia de Levir, Galo perde para o Fluminense no Rio

Por: Alecsander Heinrick


Resumo: Fluminense 1 x 0 Atlético

No domingo (21), o Atlético foi ao Rio de Janeiro enfrentar a equipe do Fluminense em jogo válido pela 30° rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo terminou com a vitória do time da casa por 1 a 0, gol marcado por Luciano.

De volta ao comando do Atlético, Levir Culpi não teve muito tempo para conhecer e trabalhar seu estilo de jogo ao time, o treinador optou por escalar o time considerado titular e que vinha mais atuando junto. Chará e Emerson voltaram de suas seleções e foram titulares e Gabriel ganhou a vaga de Léo Silva (suspenso pelo 3° amarelo). A maior novidade apareceu no banco de reservas, Bruninho, jovem da base atleticana, voltou a ser relacionado, o jogador ganhou a oportunidade de entrar no segundo tempo da partida.

Victor foi o capitão do Galo na partida, já que Léo Silva não pode atuar por causa de suspensão – Foto: Bruno Cantini / Atlético

O Jogo

O primeiro tempo foi bem fraco e sem muitos lances de perigo de ambas as equipes. O Fluminense arriscou bons chutes ao gol aos 05’ e 14’ de jogo, mas Victor fez defesas tranquilas. Aos 24’, o Galo chegou pela primeira vez. Cazares lançou Ricardo Oliveira que brigou com a zaga, o zagueiro tricolor ganhou a jogada mas afastou mal, da entrada da área o próprio Cazares pegou a sobra e bateu colocado buscando o ângulo, mas a bola não foi do jeito desejado e o goleiro Júlio César fez defesa tranquila. Aos 34’, ótima troca de passes da equipe do Fluminense e Luciano dá lindo passe para Everaldo, o jogador saiu cara a cara com Victor e balançou as redes, mas o bandeira já havia marcado o impedimento.

Aos 41’, Luciano recebeu de fora da área, ajeitou para a canhota e soltou o pé, Victor voou e fez defesa espetacular para evitar que o atacante abrisse o placar. O último lance de perigo do 1T saiu dos pés da equipe atleticana. Aos 42’, Fábio Santos cruzou na área, Ricardo Oliveira, quase na marca do pênalti pegou de primeira e de canhota, a bola foi pela linha de fundo.

Cazares teve a chance de abrir o placar no 1T mas acabou chutando fraco e nas mãos do goleiro  – Foto: Bruno Cantini / Atlético

Os times voltaram com a mesma formação para o 2T. Logo no primeiro lance da etapa final, pênalti para o Galo. Chará foi lançado, driblou o goleiro e sofreu a penalidade, Fábio Santos foi para a cobrança, mas o lateral acabou acertando a trave, no rebote ele mesmo bateu e fez o gol mas foi anulado pois segundo a regra, é considerado dois toques. O Atlético parecia ter voltado animado para o 2T, mesmo com o pênalti perdido o time não desanimou. Aos 3’, Cazares fez linda jogada na ponta direita e conseguiu invadir a área, mas o meia acabou escorregando e perdeu a bola na hora H. Aos 10’ o Galo chegou de novo, Chará fez boa jogada e abriu para Emerson, da ponta da área o lateral decidiu arriscar mas pegou mal na bola, o chute errado virou um cruzamento e chegou a Ricardo Oliveira, o atacante bateu firme mas a bola foi por cima do gol. Aos 13’ e 15’ uma chegada de cada time, primeiro Jadson pegou sobra e bateu firme para defesa de Victor e depois, em contra-ataque, o Galo chegou com Emerson novamente, dessa vez o lateral pegou firme mas Júlio César fez a defesa.

Aos 17’, o gol tricolor. Luan errou um passe para trás na metade do campo e entregou a bola nos pés de Luciano, o atacante carregou e tabelou com Jadson, depois deixou Everaldo na cara do gol, o atacante driblou o goleiro e devolveu para Luciano mandar para o fundo das redes. O Flu ainda chegou mais duas vezes, aos 23’, com chutaço de Matheus Alessandro que passou perto do gol e aos 31’, com cobrança de falta de Sornoza no qual Victor fez a defesa.

Aos 34’, David Terans (que entrou na vaga de Cazares) cruzou rasteiro para Denilson (que entrou na vaga de Ricardo Oliveira), mas o atacante furou e a zaga afastou. Aos 37, Matheus Alessandro, do Fluminense, foi expulso por cotovelada em Iago Maidana. Aos 42’, o último lance de perigo da partida. Terans recebeu na ponta direita, levou pra esquerda e encheu o pé, a bola foi na rede … pelo lado de fora.

O Atlético volta a campo na segunda-feira (29), pela 31° rodada do Brasileirão, vai ao nordeste enfrentar o Ceará. Levir já sabe que não contará com Fábio Santos (suspenso pelo 3° amarelo) e com Zé Welison (lesionado), mas contará com a volta do capitão Léo Silva. O time se mantém na 6° colocação com 46 pontos e pode ver o Santos (42) se aproximar ainda mais, caso o time paulista vença o Internacional fora de casa no complemento da rodada.

Emerson foi o mais acionado e o melhor em campo pelo lado atleticano. Lateral talvez tenha sido o único que se destacou positivamente no time – Foto: Bruno Cantini / Atlético


Ficha Técnica

Fluminense 1×0 Atlético

Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro(RJ)

Data: Domingo, 21 de outubro de 2018

Horário: 16h00 (horário de Brasília)

Motivo: 30ª rodada do Campeonato Brasileiro

Público: 4.762 pagantes

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves (RS)

Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Luciano Beiersdorf (RS)

Cartão Amarelo: Atlético: Fábio Santos e Luan; Fluminense: Jadson e Paulo Ricardo

Cartão Vermelho: Fluminense:Matheus Alessandro

Escalação do Fluminense: Júlio César; Ibañez (Paulo Ricardo), Gum e Digão; Igor Julião (Dodi), Jádson, Richard e Ayrton; Sornoza, Everaldo (Matheus Alessandro) e Luciano. Técnico: Marcelo Oliveira.

Escalação do Atlético: Victor; Emerson, Gabriel, Maidana e Fábio Santos; Adilson, Elias , Cazares (David Terans), Luan (Bruno Roberto) e Chará ; e Ricardo Oliveira (Denilson); Técnico: Levir Culpi


Estatísticas da Partida


As estatísticas da partida em outra perspectiva


Siga o Galo Estatísticas nas redes sociais:

–> Twitter

–> Instagram

Compartilhe e opine!

–> Twitter: @aIecss

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *