Mesmo com um a menos, Galo mostra raça e supera o Bahia no Horto

Por: Alecsander Heinrick


Resumo: Atlético 1 x 0 Bahia

O Atlético entrou em campo no sábado (17) para enfrentar o Bahia no estádio Independência, em jogo válido pela 35° rodada do Campeonato Brasileiro. A partida terminou com vitória alvinegra por 1 a 0, gol marcado por Cazares.

Levir Culpi teve apenas o desfalque de Emerson (levou o 3° amarelo contra o Paraná) e Patric foi o titular, além disso, contou com as voltas de Adilson, Chará e Ricardo Oliveira ao time.

Equipes perfiladas antes do início da partida. – Foto: Bruno Cantini – Atlético

O Jogo

O Atlético iniciou a partida atacando mais o adversário, o Bahia por sua vez, tentava se defender e buscar contra-ataques. Aos 06’, a primeira finalização da partida, Cazares deu bela enfiada para Ricardo Oliveira que da ponta da área arriscou chute de canhota, mas mandou fraquinho e Douglas ficou com a bola. Aos 07’, Cazares fez boa jogada na ponta esquerda e cruzou para a área, Elias se esticou todo mas não conseguiu alcançar a bola. Aos 10’, boa troca de passes entre Fábio Santos, Chará e Cazares, no fim, o colombiano recebeu do equatoriano dentro da área e encheu o pé de canhota, Douglas salvou o Bahia.

Aos 16’, o primeiro chute do Bahia ao gol atleticano, mas assim como o primeiro da equipe alvinegra, foi um chute de canhota fraquinho que parou nas mãos do goleiro. Aos 23’, Ricardo Oliveria recebeu de Elias na canhota e já dominou cortando para a perna direita, bateu firme mas no meio do gol, Douglas encaixou a bola com tranquilidade. O Galo não parava de pressionar, aos 36’, Cazares bateu falta perigosa para a área, a bola não desviou em ninguém e quase enganou o goleiro Douglas, mas no reflexo ele espalmou para escanteio. Aos 38’, Cazares cobrou novamente falta para a área, após bate rebate a bola sobrou para Chará que cruzou novamente para a área, Maidana ganhou de cabeça na pequena área mas mandou para fora. Aos 40’, o último lance de perigo no primeiro tempo e, novamente em falta de Cazares, dessa vez a bola estava posicionada na entrada da área, o equatoriano bateu direto e quase marcou um golaço, mas a bola foi pela rede do lado de fora.

Chará quase abriu o placar ainda no primeiro tempo, mas parou em Douglas. – Foto: Bruno Cantini / Atlético

Os times voltaram sem alterações para a segunda etapa. Logo aos 06’ o Galo finalmente (depois de várias tentativas) abriu o placar; após cobrança de falta rápida, Chará foi até o fundo e rolou para trás, Cazares, ainda dentro da área, dominou e encheu o pé, a bola foi no ângulo do goleiro Douglas, golaço do Galo no Horto. Logo em seguida ao gol, aos 07’, Fábio Santos, que já tinha amarelo, dividiu bola e acabou atingindo o adversário, o árbitro entendeu como falta, deu o segundo amarelo e expulsou o lateral alvinegro. Com a expulsão, Levir mexeu no time e colocou Gabriel na vaga de Ricardo Oliveira. O Atlético acabou tendo que recuar muito por causa da expulsão e deixou mais a bola com o Bahia. O time baiano, apesar de passar mais tempo com a bola não conseguia criar muito, já o time mineiro, tentava em contra-ataques mas também não tinha felicidade nos lances.

Só aos 25’ o contra-ataque alvinegro funcionou, Cazares deu bela enfiada nas costas da defesa para Chará, o colombiano invadiu a área e deixou Tiago no chão, mas o zagueiro baiano se recuperou e fez o corte antes do chute do atacante atleticano. Aos 30’, quase (mais) um gol antológico de Cazares, em cobrança de escanteio o meia bateu direto e fechado e quase fez olímpico, Douglas tava esperto e deu um tapinha na bola para escanteio novamente. Aos 36’, o único lance de real perigo do Bahia no 2T, após cruzamento na área, Edigar Junio se antecipou e cabeceou no chão para Victor fazer espetacular defesa e evitar o empate.

O Galo volta à campo na próxima quarta-feira, às 19:30, contra o Internacional no Beira Rio-RS. O time se mantém em 6° colocado com 53 pontos, três à frente do Atlético-PR e quatro à frente do rival Cruzeiro, o Santos (que era apontado como o principal rival), perdeu os últimos 4 jogos e agora é apenas o 10° com 46 pontos; a briga do Atlético agora é basicamente com o rival paranaense.

Os gringos do Galo foram os maiores destaques (ao lado de Elias)na vitória do alvinegro. – Foto: Bruno Cantini / Atlético


Ficha Técnica

Atlético 1 x 0 Bahia

Local: Independência, Belo Horizonte(MG)

Data: Sábado, 17 de Novembro de 2018

Horário: 21h00 (horário de Brasília)

Motivo: 35ª rodada do Campeonato Brasileiro

Público: 17.313 pagantes

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (AB-SP)

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (AB-SP) e Bruno Salgado Rizo (AB-SP)

Cartão Amarelo: Adilson, Elias (Atlético); Elber, Vinícius, Nilton (Bahia)

Cartão Vermelho: Fábio Santos (Atlético)

Gols: Atlético:Cazares (06’ 2°T

Escalação do Atlético: Victor; Patric, Leonardo Silva, Maidana, Fábio Santos, Adilson, Elias, Luan (Matheus Galdezani), Cazares (Terans), Chará e Ricardo Oliveira (Gabriel); Técnico: Levir Culpi.

Escalação do Bahia: Douglas; Bruno, Tiago, Jackson (Allione), Paulinho, Nilton (Vinícius), Gregore, Flávio, Élber, Ramires (Gilberto) e Edgar Júnio; Técnico: Enderson Moreira.


Estatísticas da Partida


As estatísticas da partida em outra perspectiva


Siga o Galo Estatísticas nas redes sociais:

–> Twitter

–> Instagram

Compartilhe e opine!

–> Twitter: @aIecss

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *