Galo e o Drama do Calendário em 2018

GALO E O DRAMA DO CALENDÁRIO DO FUTEBOL BRASILEIRO EM 2018

Por: Rodrigo Campos

Todos nós já sabemos como funciona o calendário do futebol brasileiro. É comum ouvirmos críticas de técnicos e jogadores sobre o desgaste físico durante a maratona de jogos. Em 2017 o Galo disputou 71 partidas, do dia 28/01 ao dia 03/12, uma média de 4,18 dias por jogo durante os 297 dias da temporada.

E em 2018, como será o calendário do Galo?

Foto por: Bruno Cantini / Atlético

 


Aproveitamento x Quantidade de Jogos em 2017

Essa quantidade exagerada de jogos em um tempo curto, proporcionou ao elenco atleticano algumas perdas por lesão e também quedas de aproveitamento durante a temporada 2017. Veja o levantamento abaixo feito pelo repórter Léo Gomide, da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte:

Imagem: Galo Estatísticas – Aproveitamento x Quantidade de Jogos

Observe que no mês de Julho, o Galo teve seu pior aproveitamento na temporada (37%) e também a menor distância de um jogo para o outro, apenas 3,33 dias por jogo. Claro que outros fatores influenciaram o aproveitamento ruim, porém também foi registrado um número maior de lesões no período. De maio a julho, Léo Silva, Adilson, Gabriel, Santana, Luan, Rocha e Fred lesionaram.

Algumas lesões podem estar ligadas à preparação física dos atletas, que é muito prejudicada em função do acúmulo de jogos. O Galo em 2018 sofrerá mudanças no departamento de preparação física. O ex preparador física da seleção, Paulo Paixão, assumirá o cargo anteriormente ocupado por Carlinhos neves, que deixa o clube. Fato é que a nova equipe terá que se virar com um calendário ainda pior em 2018.


O pesadelo se torna pior em 2018

Em 2018, o Galo disputará 4 ou 5 competições:

  • Campeonato Mineiro
  • Copa do Brasil
  • Campeonato Brasileiro
  • Sul Americana
  • Primeira Liga *(Pode ser disputada durante a Copa do Mundo)

Se chegar até a final de todos os campeonatos, com exceção da Primeira Liga, podem ser feitos 79 jogos na temporada. Porém, essa quantidade de jogos tem um agravante, a Copa do Mundo. O mundial de seleções irá acontecer entre 14/06 e 15/07, interrompendo todas as competições e fazendo com que os jogos sejam esmagados entre poucos dias.

Um fator que irá influenciar na preparação física do time é a data de início da temporada, que será no dia 17/01/2018, tornando a pré temporada curta.

Veja como será o possível calendário do Galo em 2018, de acordo com os calendários prévios divulgados pela CBF e também pela Conmenbol:

Imagem: Galo Estatísticas – Calendário 2018

Como podemos ver, será um maratona incessante de jogos. Em 2017 tivemos uma média de 4,18 dias por jogo. Vamos analisar agora como será o ritmo de jogos em 2018.

Repare que antes da copa, é provável que o Galo dispute todos os jogos programados, uma vez que teria que chegar na final do Campeonato Mineiro e nas Oitavas da Copa do Brasil, passando pelas primeiras 3 fases contra times teoricamente mais fracos.

Já após a copa, as competições mata-mata se tornarão mais difíceis, e o número de dias por jogo pode subir se o Galo for eliminado das competições (Copa do Brasil e Sul Americana).

Imagem: Galo Estatísticas – Quantidade de Jogos em 2018

Já em Janeiro, o número de dias por jogo será baixo, apenas 3,75, agravando ainda mais o fato da pré temporada ser curta. O mês teoricamente mais “folgado” antes da copa será Março, com 5,17 dias a cada jogo, período das fases finais do Campeonato Mineiro.

Se o Galo disputar todas as competições até a final, terá um final de ano muito diferente de 2017. Em 2017, o Galo teve, em setembro, 7,25 dias por jogo. Já em 2018, poderá ter 3,33 dias por jogo, média absurdamente menor e pior para o aproveitamento da equipe.


Sem saída

O Galo não tem saída. A temporada vai começar com jogos a todo vapor e o departamento de preparação física, a comissão técnica, departamento de fisiologia e departamento médico, terão que desenvolver um trabalho integrado muito bom para prevenir lesões e garantir o alto desempenho dos atletas durante o ano.

O perfil de contratações e especulações nesse período facilita esse trabalho. Buscando jogadores mais jovens, mais fácil rotacionar o elenco para que ele consiga aguentar a maratona de jogos.

Resta ao torcedor acreditar na competência dos profissionais do Galo e no compromisso dos atletas.

Para finalizar, é inevitável, quando se faz essa análise, fazer a pergunta:

 

Você atleticano, largaria uma competição para focar em outra?

 


Galo Estatísticas

Compartilhe e siga o Galo Estatísticas nas redes sociais!

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *